segunda-feira, 3 de agosto de 2009

TREINO Castelhanos é longe!

Eu poderia comecar a contar o episódio com a incrível apreensão do meu carro na estrada no sábado, quando eu sozinha me dirigia à Paúba...Eu e os meus R$ 20 reais no bolso (que não foram suficientes juntamente à um sorriso para fazer com que o guarda me liberasse), sem lenco e muito menos documento, meu carro acabou ficando por lá, e fui resgatada pelos meus amigos Marcio e Dri! Ou então contar o divertido churrasco que fizemos na casa da Isa e do Becker a noite. Mas não. Vamos direto ao programa do domingo. O plano de ataque; Castelhanos. O Marcio e a Dri viriam de Pauba de bike e eu correndo encontraria com eles no caminho de castelhanos, afinados os relógios, saí de casa e lá fui eu. Ja tinha feito metade desse treino com o Marcio ha algumas semanas atrás, e o ataque da subida correndo era viável, então lá vou eu. O tempo todo esperando que os meus amigos "motorizados" (pra quem está a pé, a bike não deixa de ser uma boa ajuda...será?) me alcancassem. Na subida fui passada, passei e fui passada novamente por vários jipeiros que estavam se deliciando com as condicões enlamacadas da trilha. Depois de quase 1.45h cheguei ao cume e comecei a descer "Agora eles me pegam!" E cada vez que eu via mais lama...pensava "Oba estou ganhado tempo, essa descida não vai ser fácil de bike!"
E não só não fui alcancada pelos nossos amigos pedaladores, como ainda passei todo o comboio de jipes "atolados". Em meio à aplausos de incentivos e exclamacões do tipo "Caramba já está aqui de novo?!" cheguei à praia! 25km de corrida em 2"h 52min!
Vinte minutos depois chegam os dois, cheios de lama e historinhas do tipo; "A balsa demorou." "Nos perdemos na subida." "Blablabla..."
Ainda sem lenco e nem documento percebemos que continuávamos com os R$ 20 para comer?! E agora?? O P.F era R$ 18 a coca cola R$ 4 Ai meu Deus!! Quando um iluminado amigo jipeiro gentilmente cedeu R$ 50 para que a gente pudesse almocar. Pegamos a conta dele e prometemos que faríamos o depósito na segunda! Emocionados almocamos, no sol. Isso mesmo; o sol resolveu aparecer depois de dias escondido!
Sem muita demora depois do almoco, saímos ritmados. As dores de cansaco já comecavam a se manisfetar no meu corpo, mas enfim, eu vim correndo vou voltar correndo também!! Logo no comeco da subida ja comecei a abrir distancia do Marcio e da Dri, porque estava muito difícil de pedalar vários trechos e eles empurravam a bike.
Logo adiante estava novamente sozinha, e nem me preocupei pois imaginei que eles iriam me pegar na descida. Mal sabia eu que não veria mais nossos ilustres amigos.
Quando faltavam 10k eu já estava quase correndo uma maratona e meu corpo comecou a reclamar; doía tudo! Joelho, músculos, calcanhar....Mas a determinacão de ter o gostinho de completar todo o trajeto correndo me levou até o final. Mais uma missão cumprida; total de 50k (sendo 20k de subidas insanas) em 5'h e 55min! E quer saber? Castelhanos não é tão longe assim!!


6 comentários:

ATRAVECITY disse...

Só faltou a "prããncha" embaixo do braço.
A muitos anos, andamos pela primeira vez até "Castê" ,pra "pegar" onda. lembra? ficamos alimentando as "maria farinha" na praia.
Mano, mana, e primo Cox.....Puts...

Luciana Cox disse...

Foi uma loucura!! Na volta dessa primeira ida à Castê, vim com um pé descalca e outro com tenis do meu irmão e na subida peguei uma caroninha de moto! Quando estava correndo agora, essa parte da infancia e memorias desse dia ficaram frescas na cabeca!! Ali sim foi uma aventura e tanto! Comecamos cedo, né tom?!! Adorei!!!

Rafael Niro disse...

Castelhanos tem historia, das mais variadas. essa estradinha ja viu muito tombo, muita gerra de lama. Essa praia foi, é, e sempre será palco de muitas aventuras, seja la com quem

Bruno disse...

Bem ... uma empreita digna de quem é diferenciada das demais. Não é qualquer um que completa este percurso nas condições descritas. Parabéns, vc faz parte desta minoria. Sem contar que vc não comentou seu treininho básico na USP no sábado, minhas pernas que o digam até hoje. Admiração é a palavra que tenho para com vc.

Anônimo disse...

Luli ainda bem que vc é minha irmã, continua assim sempre muito linda em todos os sentidos. Já te falei que um dia vou correr que nem vc. Vc é demais e olha tá correndo, viu.
Um beijão e boa viajem

floretrapo disse...

Fui eu quem escrevi é a Dri.