terça-feira, 29 de maio de 2012

Corrida de Montanha - Etapa Sto Antonio do Pinhal


Uma semana antes da prova:

_ “Relaxa!”
_ “Estou relaxada.”
_ “Está nervosa?”
_ “Não!”
Depois de deixar a Dri deitada mais minutos na maca, a enfermeira voltou novamente para tirar seu pulso e constatou que realmente em repouso o seu coração dá 80 batidas por minuto. Resumindo e concluindo o diagnóstico médico do check up geral ela não deveria passar de 180 batidas por minuto em treinos e provas. Pelo menos estamos treinando corrida, que talvez seja o esporte de melhor condicionamento para baixar e regular o ritmo cardíaco.
-----
Dois dias antes da prova:
- “Então...”
Quando as frases da Dri começam assim é que vem bomba:
_ “Eu esqueci...”
_ “A meia? O tênis? A camiseta?”
Não! Ela tinha esquecido de pagar  a inscrição da prova.
-----
O dia fatídico:
Lá fomos nós três para a competição: Dri, Bia que está de molho depois do Ecomotion e foi nos acompanhar de máquina fotográfica em punho e eu.

Doze quilômetros de corrida de montanha em Santo Antonio do Pinhal, uma pequena volta na cidade e a corrida já tomava o rumo para o topo do Pico Agudo, local aonde decolam as asas delta e paragliders.

O plano era corrermos juntas o tempo todo.
A Dri conseguiu uma vaga na prova curta de 8k mas ela avisou a organização que faria a de 12. Estamos treinando para uma competição em setembro que será em dupla, então ali seria o nosso laboratório, descobriríamos nossas diferenças e aproveitaríamos para ajustar nossos ponteiros.

Largamos! A Dri ditava o pace e seguia preocupada em não passar o seu limite imaginário de esforço. Sim, imaginário porque ela não estava usando frequencímetro:
- “Ai Luli meu coração deve estar a 192 bpm.”
Nossa vivência em provas longas de dupla já torna momentos como esse engraçado. Uma já sabe como a outra funciona, não precisamos nos adaptar, nossa cumplicidade tá ali, nosso ajuste é natural.

Seguimos nos ajudando e quando dava até conversávamos, mas no minuto que começou a subida e ficou mais difícil falar, a altitude e o esforço nos calaram da metade da prova em diante.
O percurso da prova foi bem variado com asfalto, estrada de terra e trilhas técnicas, íngrimes e estreitas. No topo do mundo terminou a nossa prova! Valeu Dri!

-----
Alguns minutos pós prova:
Aquele tumulto no Pico dos voadores. Os atletas disputavam um espaço na van que levava todos de volta à cidade. Foi o suficiente para a Dri e eu nos entreolharmos:
_ “Moço, quantos quilômetros até a cidade?”
_ “Sete.”
Imediatamente descemos trotando pela estrada num ritmo tranquilo. Aí sim colocamos o assunto em dia. No final do nossa corrida, já na cidade, tínhamos quase 20 km no currículo da manha de domingo! Que delícia!
-----
Vários minutos pós prova:
_ “Vamos ver a classificação?”
Surpresa: venci na minha categoria! Se não fosse a inscrição da Dri na prova curta ela teria ficado com o segundo lugar.
-----
Dri, muito obrigada por ser minha eterna dupla. Competir com você é muito mais leve e divertido! Eu não sei viver sem você, mana! Que venham muito mais provas, e mais; que venha a Transalpine! Biazita, muito obrigada pela companhia deliciosa e incríveis fotos!
Obrigada patrocinadores que tornam tudo melhor; New Balance com seus tênis incríveis de trilha, Sigvaris Sports a meia de compressão salvou nossas panturrilhas na subida! Suunto e Neaf!
Valeu também toda turminha da bike pela algazarra do final de semana, enquanto a gente corria em sto Antonio eles pedalaram o big biker em Taubaté!
Fiquem ai!

5 comentários:

Italiano disse...

Parabéns Luleka e sua irmã! É muito bom ver vocês juntas. O visual é surreal!!
Até já! :)

Toninho disse...

Parabéns meninas e continuem fortes nos treinos para encarar com alegria "A" prova que se aproxima!!

PS: a organização podia tratar as excessoes com mais carinho !!!

FLOR E TRAPO disse...

Mana, eu é que não vivo sem você, mais uma na nossa lista e mais uma diversão.

Obrigada por me esperar e me puxar nas subidas, obrigada por falar: Dri respira com calma e obrigada por me esperar umas três vezes para ver a paisagem, se não, acho que ia quebrar de vez.

As meias Sigvaris Sports salvaram minha vida, agradeço demais.

Bia, valeu pela companhia e pelas fotos, se tá profissa hein.

Márcio, Deka, Lenita, Toninho e Cássio... parabéns pelo Big Biker.

Eu amo sem dúvida cada dia mais ter amigos.

Beijos
Dri

Daniel Gonçalves disse...

Parabéns!!!!

Luciana, você estava ótima na prova!!! Vi duas meninas totalmente de "rosa", na hora reconheci você!!! :)

O meu texto sobre a prova está no site do evento:

http://corridasdemontanha.com.br/site/?p=4871

Até a próxima!

Daniel Gonçalves
www.fanaticospormaratonas.blogspot.com.br

Anônimo disse...

Fotos Belissimas !!!

mt xc biker