domingo, 8 de julho de 2012

Escalando o Pão de açucar!


Rio de Janeiro. O que dizer da cidade mais bonita do mundo?
Foi nesse clima que o final de semana prolongado começou; paulistas deslumbrados com a vida cotidiana carioca. Barzinhos na calçada, praia por todos os lados, predios e montanhas misturados. Para a gente até pegar transito aqui não incomoda.



O João me deixou com um olhar mais apurado para as belezas brasileiras, o futebol de praia, as frutas, cores e energia vibrante. O Rio é o Brasil elevado à máxima potência.



Turma grande de São Paulo invadiu a cidade maravilhosa. Sábado pela manhã depois de retirarmos os kits de prova, o ponto de encontro era na praia do Leblon no posto 12, na barraca da Ana.



Para quem sabe aproveitar as redes sociais, o mundo virtual vira rapidamente uma galera unida na praia para curtir um incível dia de sol. A Bia e eu ficamos uma hora e pouco aproveitando a farra. Na hora do almoço partimos para o programa previamente marcado com a Cris, uma amiga local.


O plano, talvez não o mais apropriado para quem ia correr a meia maratona no dia seguinte, era escalar o pão de açucar pelo Costão, uma trilha que tem na face leste da pedra.



Munidas de corda, capacetes, atcs, sapatilhas e cadeirinhas, nós três seguimos decididas ao acesso a trilha. A face leste do pão de açucar é a menos íngrime e tem uma parte a ser escalada com uns 20 m aproximadamente de paredão aonde é preciso todo o equipamento de escalada, o restante é uma "escalaminhada" como se diz por aqui(escalada + caminhada).


A vista vai se mostrando aos poucos, e a cada curva ou subida somos surpreendidas pela beleza estonteante do Rio. Os olhos enchem de água. Joie de vivre. É possivel ver muitos saguis pelo caminho, os malandrinhos escutam o barulho e vem pedir comida.


Chegamos ao cume do pão de açucar com pouco menos de duas horas de ascensão. Para descer pegamos o bondinho até a pedra da Urca e de lá para baixo fizemos por trilha.


Depois fomos encontrar novamente com a "turma da praia", dessa vez num restaurante em Santa Tereza e comer muitos carbohidratos para a meia maratona do dia seguinte.




Cris, mais uma vez obrigada pelo tour escalada! Teve um gostinho especial essa conquista do cume do Pão de açucar!



Não saiam daí, logo mais o relato da meia maratona carioca!

2 comentários:

Vivi disse...

adoroooo

João Marinho disse...

AMO O RIO! Que saudades desta cidade...Quero subir o morro agoraaaaaa!!!!!