sábado, 20 de outubro de 2012

Vive la différence!

Semana passada foi o auge da guerra no Facebook dos meus amigos noveleiros contra os anti novelas e vice-versa. É divertido o uso que cada um faz de uma ferramenta tão poderosa como as mídias socias. Ok! Você discorda, também não entrou no Facebook ainda porque é contra.

Quando adolescente levantava bandeiras daquilo que acreditava e tinha a certeza de que com minha convicção e veemência conseguiria mudar o mundo. Santa ignorância!

A maturidade trouxe a capacidade de entender, perceber e até gostar das diferenças. Também se não tivesse o feito teria perdido todas as minhas antigas amigas. De lá para cá minha turma homogenia de adolescência transformou se nos signos do zodíaco; desde estado civil, jeito de se vestir, fase da vida, gostos e preferências até crenças e religião são todas muito diferente. O que nunca impediu de nos reunirmos e em conversas apimentadas sobre mesmo tema nos divertirmos com os diferentes pontos de vista e vivência.

"Você viu a novela ontem?"

Naquela roda eu era minoria, mas essa mesma roda me faz querer despir me de eventuais preconceitos. Sim, diferentemente dos 178 últimos dias de Avenida Brasil, eu liguei a televisão como milhões de brasileiros ontem e assisti o último capítulo da série global.

Nesse mesmo dia deixei o meu New Balance de lado, coloquei um salto vermelho e saí para uma festança de aniversário. Não, eu não sou uma pessoa da noite. Entrei na festa como observadora, me diverti como convidada. Com sorriso nos lábios, paz de espírito dancei e ri com provavelmente as pessoas mais diferentes de mim que estavam na festa.

Hoje volto para as trilhas, para os esportes outdoor, para a bike, volto a dormir junto com a escuridão e não com o canto dos passarinhos.
Volto para o meu mundo mas guardo comigo o passaporte para o outro.
Vive la différence!

5 comentários:

licacox disse...

Muuuuuuito bom!!!!! Bjs

Fatima disse...

Lindo, Luli!!
Emochocante!!!Prá váriar, vc deu show!bjs

babynha disse...

Gostei muito :)

Wess Soares disse...

Como sempre foi, e sempre será: ótimo texto e coerentes palavras.
Parabéns Luciana!!!

Aguia Cabeluda disse...

Novela ainda dah pra perdoar , mas quem assiste o Faustao deveria ser fusilado!