sexta-feira, 19 de fevereiro de 2010

TOUR DE LA PATAGONIA terceiro dia

Largamos na bateria junto com o Diogo e o Renato “Selvaaa!” e saímos fortes para uma pedalada de 70 km relativamente plana. Os últimos colocados largavam antes e de cinco em cinco minutos largava uma nova bateria, até finalmente largarem os prós!
Mesmo tendo arrumado com os mecânicos mais uma vez o meu cambio, depois de pedalar 5 km tivemos que parar para a Dri Djalma concertar novamente minhas marchas, e ela já estava craque não demorou muito e já saímos pro pedal.
O primeiro trecho foi marcado pelo Diogo que vinha na nossa bota gritando ‘Ataqueeeeee!’,a Dri demorando para esquentar, e eu empolgadíssima com a elite que começava ultrapassar a gente e cada vez que vinha algum gritando “Ésquierda, esquierda!” eu deixava passar e colava no vácuo, e ia assim até quase sumir da vista da Dri, ai parava e gritava “Dri to brincando!”
Percurso lindo beirando um rio largo e azulado, e um estradão plano cheio de pedras...quando a Dona Adriana me resolve cair. Isso foi um episódio à parte! O manete do freio traseiro dela quebrou, depois de ver que estava tudo bem começamos o rir e a risada dela se transformou em choro, depois da manha, montamos nas nossas bikes e seguimos.
Graças à cor dos nossos cabelos foi perfeitamente viável fazer os downhills com apenas o freio da frente, afinal “Para que serve o freio de trás?’ Para a Dri não vez a menor falta. E vou falar, quando eu descia atrás dela um downhill técnico e ingrime eu quase chorei de tanto orgulho da minha irmanzinha, que descia tudo como uma profissional sem se abalar! Foi lindo!
Nos 7k finais o percurso começou a ficar longo, e mesmo jogando água na cabeça demos uma semi quebradinha. Um single track florido animou a equipe à pedalar forte o restinho que faltava. E terminava ali nossa jornada cor de rosa de dobradinhas de provas na argentina. Com a nossa tradicional dancinha aplaudida por todos os que estavam na chegada finalizamos mais uma e continuamos a recuperar posições na geral terminamos em 158, e na nossa categoria ficamos com um belíssimo 6º lugar! Obrigada Kailash, Ciclocaravelle, Neaf, Landslide e Fünf por acreditarem que o mundo pode ser sim, COR DE ROSA!

2 comentários:

Bruno disse...

tem que chorar menos e pedalar mais .... roda presa !!!

ficou lindona de uniforme kawabanga !!! hahahahaha

floretrapo disse...

Concordo com a Luli, pra que freio traseiro. Acho que vou deixar a bike do jeito que está.

Bj Dri
Obs já fiquei sabendo que foi difícil vistir a menina cor de rosa de kaiabenga.