domingo, 31 de outubro de 2010

ATRAVECITY 2010 relato da prova

Penélope charmosa e Dick Vigarista "EM BUSCA DA MALA PRETA"

“O Primeiro ponto de passagem será a praça do ciclista. A pista para a primeira Charada está no bolso de um ciclista e vocês deverão esperar essa pessoa chegar lá para que possam ser distribuídas.”
Minutos antes da largada meu irmão, colocou na minha camiseta o primeiro segredo da prova. E o que fazer? Será que aceleramos ou não?

E quando vi eu e o Rafa já estávamos pedalando feito loucos no meio do transito da cidade de São Paulo.
“Vai, vai.” Gritava o pelotão da frente abrindo passagem no farol vermelho.

Chegando lá sem muito alarde liberamos a primeira pista. A resposta a gente não sabia, imediatamente o Rafa ligou para o Fiuza (um amigo nosso que, pouco antes da largada, tinha sido designado para ser a nossa “base”)
Era algo do gênero; “Diz a lenda que a escultura traz sorte a quem toca o seu dedo da mão esquerda...”


video

Rapidamente o Fiuza nos mandou para o Vale do Anhangabaú, mas competir com homens fortíssimos tava duro, e as poucas mulheres da prova não estavam dando mole não!
Algumas contravenções e mais alguns sinais vermelhos varados, estávamos lá no pé da tal estátua.
“Vocês estão no PC 1.
Para localizar o PC 2 vocês precisam: localizar o painel eletrônico onde poderão conferir toda arrecadação anual do país em impostos até o presente momento.
É bem próximo de onde vocês iriam se fosse a hora do recreio.”

Tenho até vergonha de admitir que eu não conhecia o tal do impostômetro. O Rafa dessa vez já saiu decidido, fui na bota. Perto do Pátio do colégio fica mais fácil.

Chegamos lá mal colocados tinham várias equipes estudando a pista e qdo peguei entendi porque;
“ Vocês estão no PC 2.
Os números resultantes da equação matemática a seguir representam um dia e um mês que nomeiam UM LARGO. Corra prá lá.
Atenção aos sinais + e ÷ que são bem parecidos.

1850 x 4 + 265 ÷ 3 - 249 - 285 x 3 -7000 + 2 + 1000 x 45 - 4 - 1599 -128 x 101 x 8 ÷ 12 - 18 + 1 - 379 ÷ 80 - 101 - 259 - 573 x 67 - 4489 + 0 + 4 x 2 x 8 ÷ 4 x 3 - 8 x 2 - 1 = ??”

video

Eu ditava e o Rafa somava no celular e para a nossa sorte não erramos um numero senão os minutos que perdemos ali parados iriam dobrar.
“79! Largo Sete de Setembro! Bora, bora!”

Batemos um pouco a cabeça para achar o largo, com ajuda de alguns policiais seguimos em ritmo frenético em busca do ultimo enigma.
“Vocês estão no PC 3.
Agora vamos ao 4º e último PC, mas lembrem-se, depois do último PC vocês ainda precisam retornar ao local da largada que também é a chegada.
Por volta do ano 1511 o nome Terra de Santa Cruz foi alterado. O motivo da alteração deve-se a um "produto".
Este "produto" era usado principalmente para tingimento de roupas e é também o nome de uma rua na Zona Oeste. O PC está em alguma esquina desta rua.”

O Rafa ligava para o Fiuza, eu para o meu pai, depois de esperar alguns minutos a resposta: Pau Brasil! O Fiuza já deu a dica, que a rua era perto do local que a gente costumava treinar com a Selva. Um certo alívio, chegar lá ia ser mais fácil.

Nesse ponto acho que eu e o Rafa fizemos um caminho mais longo (no final da prova o odômetro de quase todo mundo marcava 25 km e o meu 31 km...aiaiai) Quando chegamos na Dr Arnaldo, o Marcelo Pedretti e sua dupla não sabiam a resposta e perguntaram se a gente sabia, quando viram a resposta afirmativa, imediatamente uniram suas forças às nossas.
O Rafa parou de me empurrar e logo a ajuda veio dos nossos aliados. O Pedretti me empurava, eu olhava o cateye “45 km por hora!!!” Meu Deus! Indescritível, pedalar na cidade de São Paulo entre carros e em alta velocidade; adrenalina à mil!
Depois do ultimo Pc era voltar para o local da largada, o caminho era o de casa! Claro que nessa hora nossos aliados automaticamente viraram nossos concorrentes, e não tinha nem como competir. Com toda a energia que me restava pedalamos para a chegada.

Das 18 equipes que largaram chegamos em sexto na geral e segundo na mista. Valeu!

Parabéns Tom Cox, pela organização da prova.

Atravecity conserva o mesmo espírito desde sua primeira edição. Quem participa sabe. Loucos pela magrela, amantes desse estilo de vida urbano politicamente correto, quem no transito pedala por um mundo melhor! Ano que vem tem mais!

2 comentários:

Rafael Niro disse...

foi animal, como sempre. muita adrenalida e um otimo treino de explosao. Corredor da Paulista, entre motoboys eh sempre um desafio. e andar na rua Sao Bento desviando das pessoas? ahaha d+

licacox disse...

Nossa que D +++++ e que pistas bem feitas !!! Parabens Lu e Rafa pela corrida e parabens Tom pelas pistas!!!
Thanks Lu pelo relato deliiiiicia,,,
bjs