quarta-feira, 20 de abril de 2011

Correndo as 10 milhas da Mizuno!

Enquanto a Dri pedalava os 47 km da Copa Endurance em Morungaba, eu corria 16 km em São Paulo:

"A vida passa depressa, então corra!"

Bia Tobias, uma super amiga minha, já tinha há tempos me convencido de correr as 10 milhas da Mizuno. Eu, que só me meto em provas malucas, achei que seria delicioso correr uma prova "normal" em boa companhia. Uma semana antes da prova, a atriz principal, se lesionou. Aí a história mudou, eu não iria mais correr com ela, agora eu teria que correr por ela.

Ainda consegui convencer a Cris, uma outra amiga a usar a vaga da Bia e aproveitar o lindo dia de sol para transformar seu treino em uma competição divertida!

Saindo das provas rústicas de aventura e entrando no glamuroso mundo da corrida de rua. Sim glamuroso! A infra estrutura é maravilhosa; estandes de massagem, roupas, a retirada do kit e organização impecáveis.

Largada pontualmente as 7 da manhã, na frente do Jockey club. Preciso contar que mesmo sabendo que aquilo era uma corrida de 16 km, (para as provas malucas de endurance, isso seria apenas o começo) eu estava adrenada. Argh! Porque será que eu nasci tão competitiva?

Larguei sem encotrar as minhas amigas de treino Cris (que corria como Bia) e Fe, que foi até lá para correr com a gente! O percurso é no quintal de casa, meu caminho de todos os dias de treino. Do Jockey em direção à Usp, atravessa a ponte da cidade universitária; Vila Lobos. Meia Volta volver!

Saí num ritmo acelerado, e com o calor que tava aproveitava para jogar água na cabeça em todo ponto de água do caminho. (Outro luxo; ponto de água! Praticamente de milha em milha; maravilha!)

No caminho do Vila Lobos pedi para uma boa alma que "atravessa-se" a minha camiseta até o outro lado da avenida. Assim poderia correr apenas de top por alguns km e no retorno a minha camiseta cor de rosa estaria descansada me esperando em cima de um cone de marcação da prova! E não é que ela estava?! Ufa!

Nos quilometros finais o Wilson marido da Cris passou por mim, forte, tentou me ajudar ditando o ritmo. Me empolguei no começo porque achei que conseguiria ultrapassar finalmente aquela mulher que disputava o tempo todo a rua comigo, ora eu ia na frente, ora ela seguia. Infelizmente eu não consegui acompanhar o ritmo do meu amigo e muito menos ultrapassar a minha "inimiga".

O trecho final a briga era comigo mesmo para ver se eu conseguia recuperar o ritmo que eu havia perdido. Cruzei a chegada num tempo final 1:24:56, quase 5 minutos a mais do que eu tinha em mente, mas com o coração feliz!

Resultado final na categoria (F 31 40) ---> 10 º Décimo!!! (10 / 166)
Resultado entre as mulheres ---> 28º (28 / 460)

Valeu Bia, da próxima você não me escapa!
Obrigada ao meu fiel patrocinador New Balance.Adorei a brincadeira a agora eu quero mais!

Vem com a gente!

2 comentários:

Beatriz Tobias disse...

Amei e chorei!! Luv u!!!
Eu não tinha duvida nenhuma de que vc faria mais que bonito!!

João Marinho disse...

Vc é mesmo boa!